Biografia

Mark Ruffalo mostrou gosto pela atuação ainda na adolescência e por anos esteve envolvido na área, principalmente através do teatro. Em determinado momento quase desistiu da carreira mas voltou à tona fazendo sucesso com uma peça de teatro na Off-Broadway. A partir dos anos 2000, consolidou-se no mercado de bons filmes. Foi quando atuou no longa independente “Conte Comigo”. Mostrou talento para comédia romântica tanto quanto para ação e por isso migrou entre gêneros. Em 2004, gravou os conceituados “Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças”“De Repente 30”. Posteriormente esteve ao lado de grandes nomes como Sean Peann, Jude Law e Kate Winslet em “A Grande Ilusão” (2006). Já no ano seguinte, mais um sucesso, desta vez com a trama de ficção-científica “Zodíaco” (2007). Ainda neste período, um longa que certamente muitos lembram com o ator e que merece atenção é “Ilha do Medo” (2010).

Mas como dissemos Mark Ruffalo mostrou-se eclético ao ser indicado três vezes ao Oscar de “Melhor Ator Coadjuvante”. Primeiro por “Minhas Mães e Meu Pai” (2010), em seguida por “Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo” (2014) e finalmente por “Spotlight: Segredos Revelados” (2015). Mas por certo não podemos deixar de destacar sua performance como “Hulk” nos filmes do Universo Cinematográfico da Marvel. Destaque para “Vingadores” (2012)! E para os fãs de suas atuações nas comédias românticas, uma mais recente é “Mesmo se Nada Der Certo” (2013).

Também com Mark Ruffalo:

Uma Noite Fora de Série (2010)

Truque de Mestre: O 2º Ato (2016)

Veja mais sobre Mark Ruffalo:

Confira essa seleção de filmes com Mark Ruffalo