Biografia

Grande nome das comédias românticas, queridinha da “Sessão da Tarde”, digna de grandes performances, vencedora do Oscar. Estamos falando de Julia Roberts. A atriz debutou em um episódio da série “Crime Story” em 1987. Seguiu fazendo algumas pequenas participações em filmes e séries até o início do anos 1990. Foi quando estrelou “Uma Linda Mulher” (1990). Com toda a certeza seu status mudou após este clássico dos cinemas. Posteriormente vieram mais duas obras emblemáticas no gênero: “O Casamento do Meu Melhor Amigo” (1997) e “Um Lugar Chamado Notting Hill” (1999).

Só que o talento de Julia Roberts iria além. Em 2001, a estrela foi a grande vencedora do prêmio de Melhor Atriz do Oscar em virtude de “Erin Brockovich, uma Mulher de Talento” (2000). Em seguida, boas experiências com suspense em “Onze Homens e Um Segredo” (2001) e sua continuação.  A atriz ainda foi muito elogiada neste período por consequência de “Closer – Perto Demais” (2004).

Mas a atriz se consagrou mesmo com as boas e velhas comédias românticas e dedicou-se novamente ao gênero. Assim, abriu a década seguinte com mais duas memoráveis performances em “Comer, Rezar, Amar” (2009) e “Idas e Vindas do Amor” (2010). Uma outra marcante presença da atriz recentemente fica por conta de “Extraordinário” (2017). Na trama, escrita por R. J. Palacio, ela interpreta a mãe de “Auggie” (Jacob Tremblay).

Também com Julia Roberts: 

Hook, a Volta do Capitão Gancho (1991)

Lado a Lado (1998)

Álbum de Família (2013)

Veja outras notícias relacionadas a Julia Roberts:

“Extraordinário”: conheça a comovente história de “Auggie”