Biografia

Jonah Hill nasceu no lugar certo para se tornar ator: Hollywood. Mas mesmo assim o ator tem uma história bastante curiosa. Pois foi somente depois de conhecer Dustin Hoffman, através da amizade com seus filhos, que recebeu incentivo suficiente do astro para tentar a sorte na carreira de ator. Mais precisamente no longa “Huckabees: A Vida é Uma Comédia” (2004), que também teria Hoffman no elenco. Então sua carreira foi aos poucos se consolidando. “Superbad: É Hoje” (2007) lhe permitiu atuar ao lado de outros atores talentosos ainda no início. Ao seu lado estavam Emma Stone, Michael Cera, e Christopher Mintz-Plasse.

A partir daí, Jonah Hill seguiu fazendo parcerias em filmes ao lado de outros bons nomes da comédia atual. Exemplos são “Ressaca de Amor” (2008), com Jason Segel, “Tá Rindo de Que?” (2009), com Adam Sandler e “O Pior Trabalho do Mundo” (2010), com Russel Brand. Mas foi quando surpreendentemente o ator decidiu aceitar trabalhar com outros gêneros que seu nome foi lembrado pela Academia do Oscar. Sim, apesar de ser considerado um nome “apenas” capaz de produzir filmes de comédia, o ator foi duas vezes indicado ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante. Primeiro por “O Homem que Mudou o Jogo” (2011) e depois por “O Lobo de Wall Street” (2013).

Também com Jonah Hill:

Como Treinar o Seu Dragão (2010)

Megamente (2010)

Anjos da Lei (2012)

Confira outras notícias relacionadas a Jonah Hill:

“É o Fim” tem celebridades em meio ao apocalipse