Temporada de 1976 foi conturbada e bastante polêmica

“Rush: No Limite da Emoção” evidencia uma das mais ardentes rivalidades da história da Fórmula 1: James Hunt x Nikki Lauda. O ápice desta incrível história do esporte aconteceu durante a conturbada temporada de 1976. Porém os dois pilotos se conheciam muito bem quando chegaram à categoria máxima do automobilismo. Clique aqui para assistir!

O inglês James Hunt (Chris Hemsworth) e o austríaco Nikki Lauda (Daniel Brühl) já haviam se acidentado em uma polêmica corrida de Fórmula 3, ocorrida em 1970. Na ocasião, os carros de ambos bateram, mas Hunt ainda pôde vencer a corrida. Só que o fato de lutarem para entrar na Fórmula 1 aproxima novamente o caminho dos dois.

Nikki Lauda endivida-se seriamente com o banco Raiffeisen para comprar uma vaga na equipe BRM Formula One. Enquanto isso, o time Hesketh Racing decide partir para a Fórmula 1 e levam consigo o inglês. Contudo, a aventura não dura muito, o que coloca James no caminho da tradicional Mclaren.

Hunt era o típico piloto da década 70: bonito, charmoso, boêmio, mas ao mesmo tempo bastante rápido. Lauda era exatamente o oposto com características mais contidas. Quando ao automobilismo podemos afirmar que era sua obsessão. E a forma com que o austríaco perseguia os detalhes o tornou uma lenda já nesse período. Foi o que percebeu o consagrado Clay Regazzoni que recomendou o jovem para a Ferrari.

Confira o trailer de “Rush: No Limite da Emoção”: 

O longa de Ron Howard foca mesmo é na temporada de 1976. Nela, Lauda começa melhor com seu possante carro vermelho. Problemas pessoais e dentro da pista impediram um bom início de Hunt. Quando eventualmente a temporada engrenou para ele, um terrível acidente no Grande Prêmio da Alemanha mudou para sempre a trajetória de Nikki Lauda. O austríaco precisou lutar bravamente por sua vida primeiro, para na sequência, lutar também pelo título.

A rivalidade destes grandes nomes transformou-se uma vez que se envolveram de formas diferentes com a política do esporte após o incidente. James Hunt faleceu em 1993 após atuar também como comentarista da categoria por muitos anos. Já Lauda acabou guiando por mais tempo e envolveu-se seriamente com algumas equipes. Morreu em 2019, com forte comoção da Fórmula 1.

 

Compartilhe: