Mistura interessante entre comédia e ação

A princípio, “Trovão Tropical” nos faz crer que o filme é  somente mais uma comédia destes atores. Só. Mas não é bem assim, e o longa foi alçado até mesmo ao Oscar. E a história contada aqui é, no mínimo, inusitada. Clique aqui para assistir!

Começando pelo elenco, Ben Stiller é o nome que evidentemente merece destaque. Afinal, ele também fica com a missão de dirigir essa história. Repleto de críticas à industria cinematográfica de Hollywood e com ironias acidas sobre seus meandros, podemos dizer que o astro atingiu o objetivo em “Trovão Tropical”.

“Damien Cockburn” (Steve Coogan) é um jovem diretor inglês que está prestes a dar início às gravações de um novo filme. O projeto será baseado em um livro escrito pelo veterano de guerra americano “John Tayback” (Nick Nolte). O ex-soldado é um herói e sobrevivente do conflito entre Estados Unidos e Vietnã, na década de 1970.

Para formar o elenco do novo longa, quatro nomes de peso seguem até o país asiático para as gravações: o “Tugg Speedman” (Ben Stiller), “Jeff Portnoy” (Jack Black), “Kirk Lazarus” (Robert Downey Jr.) e “Alpa Chio” (Brandon T. Jackson).

E assim como Stiller merece ser destacado pela multifunção no título, é válido prestar atenção na divertida atuação de Downey Jr como “Sargento Lincoln Osiris”. Esse maluco é totalmente fanático pela profissão (afinal venceu o Oscar cinco vezes) e chega até mesmo a fazer uma polêmica cirurgia para deixar sua pele negra, como a de seu personagem na trama. No Oscar “real” de 2009, Downey Jr. foi indicado ao prêmio de “Melhor Ator”.

Mas essas personalidades importantes não são nada fáceis. Metidos, com comportamentos egoístas e entrando em conflito o tempo, os astros não demoram a ver o cronograma do longa atrasado. E o produtor”Les Grossman” (Tom Cruise) cobra insistentemente uma ação por parte do diretor.

Se liga no trailer de “Trovão Tropical”: 

É então que “Cockburn” decide deixar a experiência um pouco mais intensa após uma conversa com “Tayback”. Com o longa ameaçado, ele “solta” seus pupilos em plena mata vietnamita com a ideia de simplesmente fazer o filme de guerra mais real de todos.

Mas o negócio vai ficar feio quando esses astros de Hollywood trombarem com uma milícia local. A partir daí, a floresta vai virar uma bagunça com a equipe de produção, assassinos à solta, câmeras gravando cada momento e atores renomados que não têm ideia do que está acontecendo de fato.

 

 

 

 

 

Compartilhe: