Torneio será ausência no calendário 2020 do tênis

Wimbledon é um dos mais importantes torneios de tênis do calendário, sendo um dos três que podem ser chamados de “Grand Slam”. Além de Londres, Paris (Roland Garros), Melbourne (Australian Open) e Nova York (US Open) são as outras localidades destes eventos do tênis.

Em 2020, os fãs da bolinha amarela não poderão curtir a mais tradicional disputa nas quadras de grama. O evento deste ano foi cancelado devido à pandemia de coronavírus. Mas quem tem o NOW consegue assistir sempre que quiser algumas das melhores partidas dos últimos anos ocorridas no All England Club.

E a própria decisão da chave masculina de 2019 é um exemplo de um jogão destes. Novak Djokovic entrou em quadra para enfrentar Roger Federer no dia 14 de julho. A final então colocava justamente os cabeças de chave número um e dois, respectivamente. Clique aqui para assistir a parte 1!

Se liga nos 10 melhores pontos disputados por Roger Federer na edição de 2019:

Nas semifinais, ambos os tenistas derrotaram adversários espanhóis para avançar à decisão. “Nole” havia eliminado Roberto Bautista Agut ao passo que Federer despachou Rafael Nadal. Em quadra estariam 12 títulos anteriores: quatro do sérvio e oito do suíço. O duelo também tinha um sabor especial de rivalidade uma vez que os dois nomes tinham se enfrentado em 47 vezes pelo circuito profissional da ATP. O retrospecto mostrava na ocasião 25 triunfos para Djokovic e 22 para Federer.

A transmissão do SporTV tem a narração de Eusébio Resende e os cometários de Nark Rodrigues. Dentro da telinha é possível notar alguns detalhes que certamente fazem de Wimbledon um torneio especial: jogadores de branco, ausência de patrocínio ao fundo da quadra e o próprio desgaste da grama que ocorre ao longo das duas semanas de disputa. Clique aqui para assistir a parte 2!

Compartilhe: