Trama lembra bastante os trabalhos anteriores de seu diretor

“O Farol” é um prato cheio para os amantes do cinema de terror de qualidade. Especialmente se falarmos de um estilo que abrange a tortura psicológica. O longa foi lançado em 2019 e é estrelado por Robert Pattinson e Willem Dafoe. Clique aqui para assistir!

O ano em que a história se passa é 1890. “Ephaim Winslow” (Robert Pattinson) decide trabalhar por um período como faroleiro em uma afastada ilha nos arredores da Nova Inglaterra, nos Estados Unidos. Lá, contudo, ele não estará sozinho e conta com a companhia do velho rabugento chamado “Thomas Wake” (Willem Dafoe).

"O Farol" (2019)

Robert Pattinson em “O Farol” (2019)

A ilha é realmente afastada. O trabalho, por sua vez, não ajuda também. É em um local insalubre, frio, feio, apertado, sujo. A relação dos dois homens torna-se intensa já no momento em que “Winslow” chega, até mesmo pelo extremo das condições. O recém-chegado percebe logo de cara comportamentos bem estranhos por parte do velho, como por exemplo nunca permitir seu acesso a sala de lanternas.

Conforme os dias passam, “Winslow” também começa a sofrer com algumas visões que colocam seriamente sua noção de realidade em cheque. Uma agressiva gaivota de apenas um olho o ameaça. Posteriormente ao perceber sangue na água, ele vai investigar mais a fundo e acaba por entregar-se por completo às paranoias.

Vem curtir o trailer de “O Farol”: 

O diretor Robert Eggers (A Bruxa – 2015) busca mais uma vez fugir do já batido terror moderno com sustos e CGIs. Pelo contrário. “O Farol” tem a intenção de colocar o espectador o mais próximo possível das condições enfrentadas pelos dois homens. O processo pelo qual o filme busca completar começa logo de cara e prende certamente quem decide acompanhá-lo até o final.

Veja mais sobre os melhores filmes de terror:

Jamie Lee Curtis de volta à saga “Halloween”

Compartilhe: