Romance em temporada histórica para o Palmeiras

A comédia nacional “O Casamento de Romeu e Julieta” é um dos melhores filmes relacionados ao futebol já feitos aqui no Brasil. Lançado em 2005, o longa tem a direção de Bruno Barreto e aborda a rivalidade gigante entre corintianos e palmeirenses. Destaque para a atuação hilariante de Luís Gustavo como o palestrino fanático “Alfredo Baragatti”. Clique aqui para assistir!

Sua filha “Julieta” (Luana Piovani) nasceu no exato dia da conquista do Campeonato Paulista de 1974 pelo Palmeiras sobre o Corinthians. Em 1999, quando se passa a história, ela é jogadora do Alviverde e também apaixonada pelo clube. Seu pai vai além. É amigo do presidente e conselheiro.

Mas inesperadamente “Julieta” se interessa por um torcedor corintiano ao vê-lo de longe em um derby no Pacaembu. Estamos falando de “Romeu” (Marco Ricca) que no momento em questão levantava a Fiel depois de um gol palmeirense.

Se liga no trailer de “O Casamento de Romeu e Julieta”: 

E eles acabam tendo um novo encontro após a primeira impressão no estádio. E as coisas não poderiam ser melhores, afinal o cara é médico e está solteiro. Com exceção, é claro, que ele é corintiano fanático. Para piorar, “Belinha” (Martha Mellinger), mãe da moça, sabe de tudo.

Esses três iniciam então um plano para apresentar “Romeu” a “Baragatti” como um apaixonado palmeirense que sabe tudo da história do clube. O médico precisa lançar mão até de uma enciclopédia alviverde para que essa tática funcione.

E a bagunça fica completa. Igualmente fanáticos, só que pelo Timão, temos “Zelinha” (Berta Zemel), avó de “Romeu”, e “Zilinho” (Leonardo Miggiorin), filho do oftalmologista. Eles rapidamente percebem o comportamento incomum de “Romeu” que chega a recusar ir ao Pacaembu ver o Corinthians. Isso porque estava do lado alviverde das arquibancadas no mesmo dia…

E as confusões só aumentam conforme o relacionamento entre “Romeu” e “Julieta” vai ficando mais sério. Por sinal, vira pedido de casamento após uma tentativa frustrada do rapaz explicar a situação para o sogro. É então que “Baragatti” não perde tempo e faz de “Romeu” sócio do Palmeiras. E em 1999, o Verdão partia para a disputa do Mundial Interclubes, diante do Manchester United, em Tóquio. A confusão está armada!

 

 

Compartilhe: