Resultado de imagem para rick grimes

Outubro era um mês aguardado pelos fãs da série

A boa notícia desta semana vai para os fãs de The Walking Dead, que se despediram da oitava temporada no dia 15 de abril deste ano e há quase seis meses esperam a estreia da nona e provavelmente última season da série zumbi.

Com a chegada de outubro, a estreia se aproxima cada vez mais e já foi oficialmente confirmada para o dia 07, domingo que vem. Por isso, é hora de relembrar os últimos acontecimentos dos bastidores da série, que ficaram movimentados nos últimos meses com notícias relacionadas à saída de Andrew Lincoln (Rick), o personagem principal da produção, e também o retorno de Jon Bernthal (Shane).

Saída de Andrew Lincoln:
Assim que os rumores que o personagem principal da produção sairia do elenco, os amantes da série começaram a debater nas redes sociais quais seriam os rumos de The Walking Dead para a próxima temporada.
Muitas especulações e teorias correm por aí e algumas delas acreditam que o policial Rick será morto nos próximos episódios, mas independentemente do que aconteça, uma pesquisa feita em um fórum americano que discute séries e filmes mostra descontentamento do público com o “abandono” do ator.
Alguns usuários inclusive chegaram a declarar que vão deixar de assistir o seriado por conta desse desfalque, mas vamos combinar que para quem acompanha a produção da AMC desde 2010, não custa muito esperar pra ver quais serão os acontecimentos derradeiros.
A justificativa de Andrew Lincoln para a saída da série é de que ele deseja passar mais tempo ao lado dos filhos, que moram em Londres com Gael Anderson, esposa do ator.
– Acho que era hora de voltar para estar mais presente em algumas das datas importantes e apenas estar por perto, ter alguma rotina em casa.

A saída do ator mexeu não somente com o público, mas com o próprio elenco.  A Entertainment Weekly pediu a 23 pessoas que trabalharam com Andrew durante os últimos anos que fizessem um depoimento a respeito do ator:

Chandler Riggs (Carl):

Eu sempre considerei Andy meu “pai de TV”. Ele sempre foi alguém que eu admirei com o maior respeito, pelo quão dedicado ele era ao seu papel. Todos os dias ele aparecia conhecendo cada palavra do roteiro – as falas de todos os outros, a direção do palco, tudo. Houve momentos no programa em que me senti desmotivado ou exausto, mas depois que olhei para Andy e vi quanto trabalho ele dedicava ao seu papel, ele me inspirou para avançar. Eu sempre perguntei a mim mesmo como ele conseguia deixar sua casa e família por tanto tempo, anos após ano para este papel.Dito isto, sempre que eu tinha uma cena com ele, eu estava muito animado. A energia que ele traz para cada cena é tão extrema, independentemente do que ele está fazendo, e sua preparação para entrar no personagem foi sempre grande e intensa. Às vezes, depois de algumas tentativas, ele me puxava de lado e dava uma ideia para pensar ou uma maneira diferente de dizer uma fala específica e, de repente, tudo faria mais sentido e, finalmente, a cena floresceria de uma maneira que nunca poderia ter florescido antes. Eu sempre desejei que Andy dirigisse um episódio estrelado por mim, mas tenho certeza de que vou ter essa oportunidade no futuro.

Quando eu descobri que ele estava deixando a série, eu tive emoções mistas. Como fã, fiquei triste, mas como seu “filho de TV” e seu amigo, estou muito empolgado por ele. Saber que ele terá muito mais oportunidades de fazer o que ama é incrível! Ele tem me dito há anos todas essas ideias e projetos surpreendentes que ele quer trabalhar, mas nunca foi capaz de fazer por causa da série – e agora ele terá a oportunidade de fazê-las. Estou muito animado para ver os caminhos que sua carreira tomará e eu mal posso esperar para apoiá-lo!

Norman Reedus (Daryl):

Andy é o melhor protagonista da televisão e um exemplo brilhante que todos que participaram desse programa tentaram seguir, e ele fez isso desde o primeiro dia. Ele sempre foi a primeira pessoa a dizer oi, ele sempre foi a primeira pessoa a oferecer ajuda, ele sempre foi a primeira pessoa a se colocar além do que seu trabalho lhe pede para fazer. Ele é a primeira pessoa a chegar, e ele é a última pessoa a sair. E ele quer falar sobre isso, o que às vezes é exaustivo. Mas ele quer manter a energia. Ele quer falar sobre suas partes, minhas partes, as partes de todos. Observar a quantidade de tempo que Andy coloca em seu trabalho, inspira outros atores do programa a fazer o mesmo.

Quando meu papel no programa começou a mudar, ele e Jon Bernthal começaram a me incluir em suas decisões. Eu não sei se alguma vez isso foi dito a alguém. Eu acho que eles fizeram isso naturalmente. Quando íamos inspecionar algo e falar sobre qual era o plano, em vez de Shane e Rick apenas olharem um para o outro e falarem sobre isso, eles começaram a olhar para mim também. Isso ajudou a impulsionar meu personagem para um dos líderes do programa, e esses dois atores fizeram isso naturalmente. De repente, eu estava incluído e não era apenas o cara de fora, caçando esquilos e querendo esfaquear pessoas. Eles transformaram meu personagem em outra coisa, quer eles saibam ou não.

Posso dizer, honestamente, que Andy me fez um ator melhor, um amigo melhor e até um pai melhor, porque vejo o quanto ele trabalha para manter sua vida familiar e sua vida profissional. É mais fácil para mim. Meu filho está em Nova York. Eu posso pular em um avião e pular lá para o fim de semana nos dias de folga que tenho, mas sua família está na Inglaterra. Então, vê-lo equilibrar isso e equilibrar o trabalho – tem sido uma coisa admirável de se assistir. Eu não posso dizer coisas boas o suficiente sobre esse cara. Por que ele não tem 15 malditos Emmys ainda? Isso me surpreende!

 Jon Bernthal (Shane):

Eu amo o Andy. Eu não consigo pensar em outro ator em minha vida que tenha tido mais impacto sobre mim, e isso é o mais importante para mim. Ele é ferozmente dedicado, mas também inacreditavelmente disponível e gentil. Eu acho que o detalhe sobre Andy que mais me impressiona é que muitas vezes você trabalha com um ator bom. Muitas vezes você tem pessoas que são tão inacreditavelmente focadas e abrangidas pelo trabalho que elas são maravilhosas de se observar, porém elas permanecem meio fechadas, e parte de seu processo requer uma inacreditável quantidade de autoreflexão e há quase uma parede ao redor delas. Andy é realmente o único cara com quem já trabalhei, que tem essa quantidade de dedicação e essa quantidade de comprometimento, mas permanece completamente aberto e completamente disponível para qualquer um. Acho que, quando se trata disso, existe um amor definitivo pelo projeto, um amor pelo trabalho e um amor pela comunidade de pessoas que fazem o trabalho.

Minhas primeiras memórias de Andy estão em sua audição, e depois nós indo para a Geórgia juntos e iniciando este processo. Nós éramos dois jovens atores famintos que se sentiam incrivelmente abençoados por estar lá. Estávamos nervosos, cara. Nós éramos um “par de destroços” nervosos. Lembro-me de um dia em nossa primeira semana de filmagem, Andy se virou para mim e disse: “Ei cara, eu não vou mais ficar nervoso.” Eu vi esse homem se apropriar não só nesse quesito, mas se apropriar em ser o líder do projeto num todo. Lembro-me que quando estávamos filmando suas cenas iniciais no hospital, eu o vi andando sem nada além de um vestido hospitalar, gritando até o céu para se preparar para uma cena. Eu lembro de apenas sentar em uma pedra e observar isso. Eu nunca tinha visto nada assim antes – ele estava incrivelmente comprometido e indo até seu máximo.

Quando conheci o Andy, estava à beira de ser pai e marido. Eu aprendi lições de vida com ele sobre como fazer isso – como fazer esse trabalho, como ser pai, marido e líder. Até hoje, não passa muito tempo sem que eu me olhe no espelho e diga: “O que Andy faria?” Tantas vezes quando estou ficando frustrada no set, ou quando as cenas estão fracas, ou quando eu só preciso de um segundo para mim mesmo, eu preciso me concentrar apenas no meu próprio personagem e sinto que estou prestes a explodir, tento me centrar. Eu digo: “O que Andy faria? Pense no Andy. Pense em Andy Lincoln.” Eu o amo e acredito nele, e fico muito grato por ele ter tido uma influência tão grande na minha vida. Eu não seria o homem que eu sou, eu não seria o pai que eu sou, eu não seria o marido que eu sou e eu, certamente, não seria o ator que eu sou, se não fosse pelo meu tempo com ele.

Ele é uma pessoa muito importante para mim… diferente de qualquer outro. Definitivamente, a melhor liderança com a qual já trabalhei em toda minha vida. À medida que vou adiante com o “O Justiceiro” e com alguns dos filmes que faço, muitas vezes faço tudo o que posso para imitar isso e falhei. Eu falhei. Eu não acho que haverá outro Andy Lincoln no mundo.

Se você quiser ver todos os depoimentos, clique aqui

Retorno de Shane:

 

Por falar no Jon Bernthal, outra notícia que causou alvoroço nas redes sociais foi a confirmação de que o ator voltará a aparecer em The Walking Dead anos depois de ter deixado o elenco da produção. Ainda não se sabe se a participação de Bernthal será por meio de uma alucinação ou flashback, mas o fato é que os fãs estão ansiosos para ver qual será o impacto desse retorno na nona temporada.

Como citado no começo do texto, pode ser que a nona temporada seja a última de The Walking Dead, mas essa informação ainda não foi oficialmente confirmada. O ator Andrew Lincoln declarou em entrevistas recentes que está cheio de projetos novos e cogita a possibilidade de trabalhar como diretor de TV, tanto que o britânico voltou ao set para ser assistente de direção nesta temporada e começar o treinamento com a nova função.

Essa notícia gera especulações de que Andrew poderá continuar em The Walking Dead e desempenhar algum trabalho nos bastidores na décima temporada.

A nona temporada de The Walking Dead estreia no dia 07 de outubro, às 22h, com transmissão feita pela Fox e Fox Premium (131, 681 e 682 da NET). E o canal preparou uma maratona da oitava temporada, que tem início marcado para às 08h, também do dia 07:

Vale lembrar que todas as temporadas da produção estão disponíveis no NOW e você pode assistir clicando aqui. Ou seja, até domingo dá tempo de se inteirar a respeito dos últimos acontecimentos da série!

Se você ainda não é NET, assine já!