Mandatária participou durante anos da vida política do clube

Marlene Matheus, ex-presidente do Corinthians, morreu nesta quarta-feira (03), aos 82 anos. A dirigente foi a única mulher a ter presidido o clube em sua história de 108 anos.

A confirmação da morte veio através do advogado de Marlene, Armando Bravo Alba. A causa não foi confirmada. Mas se sabe que ela estava internada em São Paulo há alguns dias.

Marlene ganhou notabilidade na política do Corinthians no mandato de seu marido, Vicente Matheus, um dos mais emblemáticos presidentes do Alvinegro. Já a partir dos anos 1970, a dirigente exerceu cargos sociais no clube e chegou a ser vice-presidente.

Foi eleita presidente do Timão em 1991, sucedendo, na época, Vicente Matheus. Seu mandato terminou em 1993.

O Corinthians se manifestou nas redes sociais após a confirmação da morte da ex-presidente. Veja: