Clube recorreu à CAS punição de 2018, mas não obteve êxito

O Milan foi excluído oficialmente pela CAS (Corte Arbitral do Esporte) da disputa da Liga Europa 2019/20. Isso porque o time italiano descumpriu as normas do Fair Play Financeiro da Uefa. O regulamento da confederação prevê que um clube não pode gastar mais do que alega arrecadar com contratações de atletas.

E foi exatamente isso que o Milan fez nas temporadas 2015/16, 2016/17, 2017/18, segundo a Uefa. A punição de fato foi anunciada ainda em 2018, pela entidade europeia. Mas o time de Milão recorreu à CAS. O impasse durou até a última segunda-feira (24), quando as duas partes chegaram a um acordo. Este, somente foi anunciado nesta sexta (28).

Fora das competições da Europa na próxima temporada, a ausência do Milan beneficia a Roma e o Torino. O clube da capital italiana vai à Liga Europa, com vaga direta. Já o Torino ganha a oportunidade de brigar na preliminar da competição, por um lugar na fase de grupos.

Não quer perder nenhum lance do mundo dos esportes, mas ainda não é cliente Net? Assine já!