Zagueiro foi capitão da inédita conquista do Galo

O Clube Atlético Mineiro tem na temporada de 2013 um ano muito especial de sua história de pouco mais de 112 anos. O “Baú do Esporte” relembra a grande decisão da Taça Libertadores da América que consagrou o Galo aquele ano. Os mineiros enfrentaram na final o Olimpia, do Paraguai. Clique aqui para assistir!

A marcante voz é de Léo Baptista e os comentários são do Leonardo Silva, zagueiro e capitão da conquista. O Alvinegro era treinado por Cuca e tinha grandes nomes no elenco: Jô, Bernard, Alecssandro, Diego Tardelli, Luan, Guilherme, Victor, Réver, Leonardo Silva e o astro Ronaldinho Gaúcho.

O Galo sofreu muito para chegar à final. Nas oitavas, o Atlético teve o confronto de maior tranquilidade quando bateu o São Paulo por duas vezes. Mas a partir das quartas de final, o cenário passou a ser dramático. Contra o Tijuana, do México, cada equipe venceu uma partida. Só que Cuca e seus comandados avançaram para a semifinal após uma defesa de pênalti monumental do goleiro Victor.

Galo TV recorda a comemoração da torcida atleticana:

A decisão seria em dois jogos contra o Olimpia, do Paraguai. No primeiro encontro, derrota para os paraguaios por dois a zero. Dessa maneira o Galo precisava vencer por no mínimo dois gols de diferença para seguir sonhando com o título inédito. A mágica noite relembrada pelo “Baú do Esporte” aconteceu no dia 24 de Julho, no Mineirão, em Belo Horizonte. Um novo-velho palco, uma vez que o time mineiro atuou durante a campanha no estádio do Independência, mas historicamente já conhecia bem o grande palco da cidade.

Campeão, o Atlético Mineiro dessa maneira ganhou o direito de representar o futebol brasileiro e sul-americano no Mundial de Clubes daquele mesmo ano, ocorrido no Marrocos. Cuca se despediu do clube após o torneio e seguiu para a China. Por sua vez, o mago R10 colocava em seu já consagrado currículo mais uma importante taça do esporte mundial.

 

 

Compartilhe: