Etapa do Brasil da Fórmula 1 acontece desde 1990 em São Paulo

O Presidente Jair Bolsonaro se reuniu com Chase Carey, CEO do Liberty Media, grupo que negocia a Fórmula 1. O encontro aconteceu nesta segunda-feira (24), no Palácio do Planalto, em Brasília. Estava presente também no encontro o Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

A reunião acontece com o objetivo de manter o Grande Prêmio do Brasil no calendário da categoria. Isso porque o contrato da Fórmula 1 com a cidade de São Paulo chega ao fim no ano que vem. O encontro buscou promover alternativas para a manutenção da prova no país a partir de 2021.

A ideia do Governo Federal e do Estado do Rio de Janeiro é a construção de um novo autódromo no bairro de Deodoro, zona norte da cidade carioca. Porém, Carey afirmou que as negociações com São Paulo também estão em andamento.

O Grande Prêmio do Brasil aconteceu em 1978, e de 1981 até 1989, no Rio de Janeiro, no antigo autódromo de Jacarepaguá, desativado para as construções das instalações dos Jogos Olímpicos de 2016. A corrida voltou para a cidade de São Paulo, em Interlagos, no ano de 1990, após o autódromo passar por grandes reformas em suas estruturas e na pista. Desde então o Grande Prêmio do Brasil aconteceu de forma interrupta em Interlagos.

Não quer perder nenhum lance do mundo dos esportes, mas ainda não é cliente Net? Assine já!