Drama familiar dá o tom ao filme

“O Vencedor” é um filmão. Em todos os sentidos. Podemos cravar que sem dúvida é um dos melhores de sua década. O elenco é bem escolhido, as performances beiram o brilhantismo, a história é verídica e o roteiro traz todos os aspectos para prender quem assiste. O resultado foram as diversas indicações ao Oscar de 2011, com Christian Bale  e Melissa Leo sendo premiados na ocasião. Clique aqui para assistir!

Vamos até o ano 1993. Dicky Eklund (Christian Bale) é um ex-lutador de boxe que alcançou certo status na década de 70 após derrubar (mas não vencer) o grande campeão Sugar Ray Leonard. Só que para a pequena e pobre cidade de Lowell, em Massachusetts (EUA), o que ele fez já é mais do que suficiente. Dicky é ídolo e amado por todos no local.

Mas sua realidade hoje em dia é bem triste. O ex-atleta está claramente debilitado devido ao vício de crack. Também está envolvido em assaltos. Um cenário muitas vezes recorrente no esporte… Agora ele aproveita o carinho de seus vizinhos e auxilia seu irmão mais novo Micky Ward (Mark Wahlberg), que também é lutador de boxe. E como é de se esperar, pouco pode fazer pelo garoto como seu treinador.

E o “oba-oba” das ruas continua em níveis assustadores na casa desses irmãos. Basicamente devido à visão totalmente imparcial que a mãe deles tem. Alice (Melissa Leo) passa a mão na cabeça do filho problemático enquanto espera o máximo do mais novo. Uma espiral que atrapalha bastante a carreira e a vida de Micky.

Confira o trailer de “O Vencedor”: 

Só que as coisas começam a mudar após Micky conhecer a durona Charlene (Amy Adams). Ela rapidamente nota todo o mal que a família faz para ele, principalmente seu irmão. Aos poucos a relação deles vai se estabelecendo. O que oferece uma nova perspectiva ao lutador. Inclusive mudando a forma amadora como andava levando sua carreira.

Após um assalto fracassado, Dicky vai parar na cadeia. Micky sofre uma agressão por parte dos policiais, colocando seu futuro ainda mais em cheque. Mas uma nova oportunidade aparece através da figura do treinador Mickey O’Keefe e dos incetivos de sua namorada. Os irmãos então se afastam momentaneamente, cada um com sua batalha, mas nenhum agora tem o direito de aceitar uma nova derrota.

Veja mais notícias relacionadas a Christian Bale:

“Ford vs Ferrari” foi indicado ao Oscar e já está no NOW!

 

 

 

Compartilhe: